Fotografia | 8 Erros na fotografia e como evitar-los

1 - Configurações incorretas:
“Uau, estou conseguindo algumas fotos com velocidade maravilhosamente rápida hoje.” Isso é porque seu ISO está dobrado desde a noite dos cliques anteriores, quando você estava produzindo fotos com pouca luz sem o seu tripé. Isso já aconteceu vezes sem conta. Outra do tipo: se você troca entre RAW e JPEG por alguma razão, lembre-se de voltar ao formato anterior depois. Balanço de branco? Modos de exposição? Modos de autofoco? Confira e reconfira suas configurações antes de clicar.

2 - Objetos distrativos no fundo:
Eu poderia classificar essa como outra “mancada de recruta”, mas sou tão culpado dela quanto qualquer um. Se você está tirando uma foto de um amigo, de membros da família, animal de estimação favorito, etc, preste atenção do que está no fundo. Movendo seus pés apenas poucas polegadas pode fazer diferença entre um grande retrato e um retrato de seu modelo com um poste de rua crescendo em sua cabeça. Rode pelo feed de seu Instagram ou Facebook e veja como alguns retratos possuem elementos visuais indesejáveis como esse.

3 - Lentes sujas:
Honestamente há um bocado de poeira ou marcas no elemento frontal da objetiva ou filtro que afetam a imagem capturada por sua câmera. Às vezes um pequeno arranhado capta luz bem ali e provoca algum reflexo, mas sua objetiva nunca estará perfeitamente limpa para obter a foto perfeita. Entretanto, certa vez eu estava fotografando uma indústria abandonada e notei um estranho reflexo aparecendo em minhas imagens. Revisei-as no meu LCD. Conferi o filtro da objetiva. Limpo. Conferi o sensor. Limpo. Enviei a imagem para amigos, que estavam confusos. Daí olhei o elemento traseiro da objetiva: uma imensa mancha. Ops. Mantenha suas objetivas limpas.

4 - Formatação ‘acidental’ de cartão de memória:
Antes de formatar seu cartão de memória, sinta-se livre para ouvir aquela pequena voz em sua mente que diz “Ei, por que você não tira um minuto para ter certeza de ter subido as imagens deste cartão para seu computador antes de formatá-lo?” Ignorei certa vez essa voz e perdi imagens. Felizmente um programa de recuperação de dados que baixei salvou a maioria delas, mas isso poderia ter sido bem pior. Se você formata seu cartão, a informação pode encontrar-se ainda lá até que você a sobrescreva com mais imagens — mas não conte com isso! Nunca. Apenas ouça aquela voz.

5 - Mudança de perspectiva:
Todos vemos o mundo a partir do nível dos olhos. Frequentemente prego pela mudança de perspectiva para dar às suas imagens um ponto de vista novo, mas constantemente falho nisso na hora de fazer por mim mesmo. Não é necessariamente uma mancada, mas tenho certeza de que por vezes eu poderia ter melhorado minhas imagens mudando de perspectiva. Não apenas confesso meus pecados aqui, como também estou escrevendo esta lista para lembrar-me de praticar o que prego.

6 - Sem bateria / Cartão cheio:
Duas coisas totalmente distintas, mas definitivamente desmancha-prazeres. Antigamente costumava-se ficar sem filme. Hoje você fica sem armazenamento para as fotos ou sem carga na bateria. Um amigo meu costumava dizer-me que quando aprontava mala para uma viagem, juntava todas roupas que pensava que poderia necessitar, e daí colocava metade delas de volta. Isso não aplica-se à fotografia. Um conselho aos prudentes: leve mais baterias e cartões de memória do que pensa que precisará, e daí adicione mais um de cada.

7 - Fotos borradas com tripé:
O tripé pode às vezes dar-lhe a falsa impressão de firmeza. Só porque sua câmera está montada em um tripé robusto não significa que não poderá balançar-se enquanto captura uma imagem. Use o tripé, aperte tudo, mas esteja certo de que sua DSLR está no modo de espelho travado (mirror lock-up) ou configure sua mirrorless ou aponte-e-dispare para modo de temporizador, ou utilize um disparador remoto. Se quiser ser supercuidadoso, acerte um atraso no obturador enquanto usa um disparador fora da câmera, e assim você pode soltar o disparador antes que a foto seja tirada. Vento é um inimigo do tripé também. Ponha um peso nele em caso de ventos fortes, ou tente proteger seu equipamento da ventania. E, pelo amor dos deuses, não chute o tripé enquanto o obturador está aberto! Sim, eu fiz isso um bocado de vezes.

8 - Obcecar-se com as perdas:
Esta poderia ser melhor discutida com meu terapeuta do que com vocês todos, mas tente não fixar-se no que você falhou em capturar. Amo viver no passado, e mancadas me assombram. Puxe um banquinho para a fogueira e posso contar-lhe mais histórias sobre fotos que perdi do que as que consegui. Nota mental: Fazer fotos do presente e não preocupar-me com as que perdi.


Fonte: Amor pela Fotografia
Referências: B&H Photo Video - Fotografia DG
Imagem da capa: Verena Fotografia

Comentários

Postagens mais visitadas